Zonas

Centro Histórico

Zonas
BEM-VINDO AO CENTRO HISTÓRICO
Morar no centro do Porto é mágico! É uma excelente opção para quem gosta de viver o burburinho da cidade, perto de tudo e também para quem pensa em investir no imobiliário e rentabilizar esse investimento na zona com maior procura para Alojamento Local. Igrejas, restaurantes, lojas de toda espécie, cafés novos e antigos e muita história compõem as ruas do centro, composto essencialmente por: BAIRRO DA SÉ. Um dos mais emblemáticos bairros do centro histórico do Porto, a Sé tem sofrido transformações importantes nos últimos anos com o desenvolvimento do turismo. Ainda assim, mantém um ambiente tradicional que vale a pena conhecer. E, claro, é onde fica a Sé Catedral, a mais importante igreja do Porto. TORRE DOS CLÉRIGOS. Sem dúvida um dos ex-líbris da cidade do Porto, a Torre dos Clérigos faz parte da Igreja dos Clérigos e foi construída no século XVIII com a assinatura de Nicolau Nasoni. Subindo os 240 degraus da escada em espiral até ao topo da torre, terá uma das vistas a 360 graus mais incríveis da cidade. ALIADOS A imponência do seu conjunto arquitetónico e o seu carácter central fazem desta Avenida a “Sala de visitas" da cidade, sendo o local por excelência onde os portuenses se concentram para celebrar momentos especiais. Edifícios em granito, muitos deles coroados de lanternins, cúpulas e coruchéus. Marcada por uma ampla placa central completamente calcetada por paralelepípedos de granito, onde ganham vida estátuas e onde o Espelho de Água merece destaque. ESTAÇÃO DE SÃO BENTO. Foi edificada no princípio do séc. XX no preciso local onde existiu o Convento de S. Bento de Avé-Maria, com cobertura de vidro e ferro fundido, da autoria do arquiteto Marques da Silva. O átrio está revestido com vinte mil azulejos historiados, do pintor Jorge Colaço, que ilustram a evolução dos transportes e cenas da história e vida portuguesas. Considerada pela revista Travel + Leisure como uma das mais bonitas estações de caminho-de-ferro do mundo. MURALHA FERNANDINA. A muralha fernandina é uma parte inevitável da paisagem portuense. Aparece no lado esquerdo na ponte D.Luís, um pouco na sombra da mesma. As muralhas foram mandadas construir pelo rei D. Afonso IV, em 1336, uma vez que a antiga cerca medieval se estava a tornar demasiado pequena para as proporções que a cidade tomava. Adotou o nome de Fernandina, uma vez que, na altura da sua conclusão, em 1376, decorria o reinado de D.Fernando.
Palavras Chave Trendy Descontraído Tradicional História Contemporâneo Diversão Gente Bonita Bares Restaurantes e Cafetarias Agitação urbana Comércio Local Metro Estacão de São Bento Elétrico Arte
Localização
O bairro em detalhe
Comprar ou arrendar na Centro Histórico Imóveis que podem interessar Ver todos os imóveis
Outras zonas que poderão interessar Zonas relacionadas